O que é um PPR?

Tecnicamente um PPR é um seguro de vida que lhe garante uma poupança para a reforma, como as siglas indicam, Plano Poupança Reforma.

Por ser um produto com base financeira muitas pessoas desconhecem que se trata de um seguro de vida, mas a verdade é que o é, e não um depósito a prazo como muita gente pensa.

Designa-se em linguagem seguradora como seguro de vida em caso de vida ou seguro de capitalização. Sim, porque os seguros como produto de proteção socioeconómica têm também ferramentas que visam garantir a estabilidade financeira das pessoas no futuro.

Somos por norma um povo otimista que pensa muito no presente e acreditamos muito que o futuro será risonho, que nos desenrascaremos de uma forma ou de outra, mesmo os que estão sempre pessimistas, tendem a esquecer-se que é importante poupar para uma eventual necessidade imprevista, para mantermos determinada qualidade de vida ou podermos mesmo melhorar a qualidade de vida a partir de certa altura da nossa vida.

Os PPRs foram criados com o objetivo precaver essas situações, com regras algo rígidas na movimentação dos mesmos para garantir, que só em caso de real necessidade são movimentados antes dos 60 anos ou reforma por velhice, tendo como motivação para a sua constituição, não só a poupança e rentabilidade, mas também os benefícios fiscais.

É verdade que os benefícios fiscais já foram mais interessantes do que o são neste momento, mas continuam a existir benefícios para quem constitui ou reforça um PPR, com dedução direta no IRS até 400€, dependendo do montante aplicado e idade do subscritor, e também no resgate tem benefícios de redução no imposto sobre rendimentos a partir dos 5 anos de constituição do PPR.

Hoje existem dois tipos de PPRs, os de capital garantido e os que estão associados a fundos com capital de risco.

Sendo um produto de longa duração, muitas pessoas estão a optar pelos PPRs associados a fundos, porque a perspetiva de rentabilidade futura é maior, no entanto essa opção tem que ser muito bem ponderada por quem está a constituir, porque o risco de um fundo não dar o que se espera ou ter mesmo prejuízo é real, assim como é real que pode e por norma a longo prazo, tem rentabilidades muito superiores a um PPR de capital garantido.

O que é certo é que estamos a falar de um produto de poupança com características muito interessantes, que têm como finalidade incentivar a poupança e precaver a estabilidade financeira das pessoas a partir dos 60 anos ou em situações especificas de dificuldades financeiras, de doença ou incapacidade.

    SIMULE AQUI O SEU SEGURO DE VIDA DO CRÉDITO HABITAÇÃO:

    Fácil, grátis, sem compromissos e personalizado com as melhores condições

    Deixe o seu comentário

    Subscribe!