Categoria

Todos os Artigos

Categoria

O Seguro de Habitação ou da Casa é obrigatório por lei desde que a casa seja uma fracção autónoma num prédio dividido em propriedade horizontal. As coberturas obrigatórias são incêndio e elementos da natureza. Por norma o Seguro de Habitação que se comercializa pelas companhias de seguro a operar no nosso País tem um conjunto mais alargado de coberturas e chama-se Seguro Multirriscos. Este seguro tem de segurar a fracção e as partes comuns que são…

Comparar o seguro de vida parece tarefa fácil por ser um dos seguros mais fáceis de interpretar, mas é preciso levar em linha de conta vários factores, ao nível das coberturas e capitais! Logo à partida é necessário perceber a capacidade de resposta das companhias de seguros onde vamos fazer um seguro, seja ele qual for. E aqui nada melhor que a Internet, basta ir a um qualquer motor de busca, digitalizar o nome da…

Porque devo ter um seguro de vida? É uma questão que provavelmente nem nunca colocou por vivermos num mundo a “1.000 à hora” e não termos tempo ou hábito de parar para pensar, no nosso futuro e no dos que nos compete proteger, a nossa família! Se pensarmos bem na função dos seguros na nossa vida, será fácil concluir que servem para nos proteger de situações inesperadas que possam causar problemas no nosso quotidiano! Nos…

Assim de uma forma simples a diferença entre o segurado e o tomador num seguro é que o segurado ou pessoa segura é sobre quem é feito o seguro, e o tomador é o responsável pelo pagamento dos prémios. Na maior parte das apólices de seguro emitidas no nosso país o tomador do seguro e o segurado são a mesma pessoa ou entidade, logo, nesses caso esta questão não se aplica. Quando uma proposta de…

Um seguro de vida é dos seguros mais fáceis de interpretar e onde as coberturas são muito claras. Um seguro de vida compromete a companhia de seguros a pagar um valor definido em contrato em caso de morte (entende-se seguro em caso de morte), no caso de invalidez (seguro em caso de vida) ou ainda seguros de capitalização (seguro em caso de vida ou morte). Os valores a pagar por norma são de uma única vez, mas…

Por vezes quando alguém morre a família desconhece ou tem dúvidas sobre a existência de seguros de vida, acidentes pessoais ou operações de capitalização, e a dúvida levanta-se: “como saber se uma pessoa tinha seguros?”, para isso em 2007 foi criado o decreto de lei 384/2007 que cria o dever de informação do segurador ao beneficiário dos contratos de seguros de vida, de acidentes pessoais e das operações de capitalização com beneficiário em caso de…

“A partir do momento em que liquidar todo o empréstimo da minha casa, o que acontece ao seguro de vida?” Os Seguros de Vida associados ao Crédito Habitação têm uma cláusula beneficiária com carácter irrevogável a favor do banco, que na prática proíbe que o cliente anule o seguro sem autorização do banco. No entanto a partir do momento em que não há valores a salvaguardar o seguro de vida deixa de ser uma exigência…

Nós Portugueses temos imensas virtudes, mas também alguns pontos a melhorar! No que diz respeito à inércia, sair da nossa zona de conforto há mesmo muito a fazer, neste caso, no esclarecimento de dúvidas sobre seguros de vida! Muitas vezes passamos por um anúncio ou oportunidade que achamos interessante, mas a tendência é que exista algo no nosso subconsciente que nos leva a dizer: depois vejo; parece-me bem, mas…; isto não deve ser para mim;…

O Seguro de Vida associado ao Crédito Habitação continua a ser um seguro que muitos dos clientes bancários com crédito habitação fazem no banco, só porque o banco o obriga e sem ele, o seguro, não fazem a escritura! Mas o que esses clientes desconhecem é que não são obrigados a fazê-lo no banco e que se procurarem comparar com outros seguros feitos por seguradoras especialistas em seguros de vida podem poupar muito dinheiro e…

Sabia que o Seguro de Vida Crédito Habitação não é obrigatório? No entanto a maioria dos bancos exigem a subscrição de um Seguro de Vida associado ao Crédito Habitação para salvaguardar os seus interesses, ou seja, garantirem que recebem o dinheiro emprestado ao abrigo da hipoteca realizada sobre uma casa de habitação, mas há entidades credoras que podem aceitar como garantia qualquer outro Seguro de Vida que o cliente já detenha, desde que preencha os requisitos…