Tecnicamente e o que diz a lei é que para se cancelar um contrato de seguro tem de se avisar a companhia de seguros com trinta dias de antecedência por escrito identificando o titular e o número da apólice.

No entanto, a lei também diz que um contrato de seguro só está activo, logo em vigor, quando pago e em caso de falta de pagamento anula automaticamente!

Assim, se o tomador do seguro não pagar o prémio no vencimento ou no fraccionamento este anula automaticamente por falta de pagamento e deixa de fazer efeito, mesmo que não avise a companhia de seguros!

Simular Seguro de Vida

Quando o pagamento é feito por débito em conta, nomeadamente com fraccionamento mensal, aconselha-se que avise a companhia com 30 dias de antecedência mesmo se pretender anular antes do vencimento!

Quando se trata de segurar um bem, como por exemplo um carro ou um imóvel, e no caso de deixar de ter interesse no bem seguro, por exemplo em caso de venda ou perda total do bem, pode pedir o estorno do valor de prémio pago referente ao prazo remanescente.

Nesta situação deve remeter uma carta à seguradora a informar o motivo pelo qual está a solicitar a anulação e o respectivo estorno, junto com documentação comprovativa da alienação ou perda do bem, e devolução dos originais da documentação do seguro, nomeadamente da carta verde no caso de seguro automóvel!

Em qualquer dos casos sempre que tenha o método de pagamento por débito em conta, deve dar instruções por escrito e bem precisas ao seu banco para anular essa autorização de débito.

No caso dos seguros de vida associados ao crédito habitação por exemplo é prática corrente serem anulados no fraccionamento com aviso mínimo de 30 dias, por ser praticamente regra o pagamento ser mensal.

Simular seguro de vida

SIMULE AQUI OS SEUS SEGUROS:

Que seguro(s) quer simular?

O seu nome (campo necessário)

O seu contacto telefónico (campo necessário)

O seu email (campo necessário)

Mais dados sobre o(s) seguro(s) que pretende simular:

Fácil, grátis, sem compromissos e personalizado com as melhores condições do mercado

10 Comentários

  1. Quando contraí empréstimo para compra de casa, assinei o contrato que estipulava que não podia cancelar ou alterar os seguros sem autorização do banco, mas que o banco em qualquer altura o banco poderia fazê-lo recebendo indminização eventual. Acontece que não tenho nenhum documento de seguro pelo que pedi uma cópia ao banco que me disse não ter encontrado qualquer seguro em meu nome…
    O banco em que fiz o empréstimo era o CPP que foi comprado pelo Santander e sei que os seguros obrigatórios eram vida e multiriscos. Será normal o banco anular seguros e não informar os clientes?
    Como numca precisei felizmente de accionar o seguro só agora me dei conta deste facto e como nunca recebi qualquer comunicação do banco sobre o assunto não sei se estou em falta. Para dificultar, não faço a mais pálida ideia de qual era a seguradora com que o Crédito Predial Portuguès trabalhava na altura do contrato…Penso que o valor estaria incluido na prestação do empréstimo mas não consigo encontrar nos extractos quer do CPP quer do Santander Totta um débito para seguros.
    No balcão informaram-me que não encontram seguros em nosso nome.
    Como devo proceder para resolver a situação?
    Muito obrigada

    • Conselhos Seguros Reply

      Boa tarde D. Ana Silva, o que deve fazer é verificar se no extracto bancário lhe é cobrado algum valor relativo a seguros, atenção que a pode ou não ser fraccionado, mensal, trimestral ou semestral.
      Caso não exista nenhum débito de seguros nos últimos 12 meses, então deve fazer um seguro de vida pelo capital em divida à data de hoje e um multiriscos pelo valor de reconstrução do imóvel.
      Para além do Banco obrigar a ter seguro também fica com o património seguro.
      Sugerimos que consulte um mediador de seguros independente que trabalhe com as principais companhias do mercado e solicite um estudo para o seu caso. Pode fazê-lo com o nosso parceiro Decisões e Soluções – Odivelas preenchendo o seguinte formulário: Clique aqui
      Cumprimentos
      Francisco Simões

  2. João Pires Reply

    Boa Tarde,

    Mudei de banco há alguns dias, onde tinha o contrato de CH, para outro banco com melhores condições. No contrato anterior os seguros realizados foram feitos no banco em causa, mas agora permanece a dúvida. Ao mudar o crédito para este novo banco, no momento do cancelamento da hipoteca os seguros associados a esse crédito, são cancelados também no imediato ou tenho que ser eu a propor o cancelamento? Visto que os seguros no novo banco também pertencem a outras seguradoras.

    Obrigado

    • Conselhos Seguros Reply

      Boa tarde,
      Deve ser o cliente a cancelar os seguros junto do banco, mediador ou seguradora onde subscreveu os seguros anteriores. Deve ainda cancelar as autorizações de débito que tinha referente a esses seguros.
      Melhores Cumprimentos

  3. Indira Cristina André Ventura Alves Reply

    Olá boa tarde,
    No mês de setembro fui abrir conta na Caixa Geral, e fui obrigada a fazer tambem um seguro de saude com a Fidelidade.
    Quando posso rescindir o contrato? Se deixar de pagar o seguro, ele cancela automaticamente? É necessário enviar uma carta?
    Obrigada

    • Conselhos Seguros Reply

      Olá Bom dia D. Indira André,

      Os contratos de seguro só são válidos quando pagos, logo se não pagar os recibos o seguro anula por falta de pagamento. No entanto sugiro que envie uma carta à companhia a informar a sua intenção e que, se deu autorização ao banco para lhe debitar o prémio por débito directo, que a anule essa autorização. ao dispor, apresento os melhores cumprimentos. Francisco Simões

  4. ALICE DIAS Reply

    Boa tarde,
    Tenho um crédito habitação que tem um seguro multiriscos associado da Liberty. A data de vencimento anual desta apólice é a 4 de Agosto. Efectuei um novo seguro na Mapfre e o Banco onde tenho o crédito habitação autorizou mas indicou-me que a Liberty só deixa cancelar o meu seguro 1 mês antes da data de vencimento, ou seja em Agosto. Isto é legal? Agora vou ter que andar a pagar 2 seguros multiriscos para o mesmo imóvel, ou seja, o que fiz com a Mapfre e o da Liberty até Agosto de 2018?
    Obrigada

    • Conselhos Seguros Reply

      Bom dia D. Alice Dias,

      Agradecemos a questão e informamos que efectivamente com a alteração à lei de cobranças as companhias de seguros podem-se recusar a anular o contrato antes do final do mesmo.

      Neste caso o que sugerimos é que envie a apólice nova ao seu banco para aprovação, depois de aprovada, envie carta à Liberty a pedir a anulação na data de vencimento e peça também no seu banco a anulação da autorização de débito em conta para o seguro da Liberty.

      Ao dispor, apresentamos os nossos cumprimentos,

      Francisco Simões

    • Conselhos Seguros Reply

      Olá D. Ana Borges,

      agradeço muito o seu comentário.

      ao dispor
      apresento cumprimentos
      Francisco Simões

Deixe o seu comentário

Subscribe!