Crédito Habitação

Como Poupar no crédito habitação

O melhor crédito habitação nem sempre é o que tem o spread ou taxa de juro mais baixo, existem muitos outros fatores que influenciam o custo total de um crédito habitação.

Acredite que pode poupar muito dinheiro se olhar para o todo, em vez de se focar só na taxa de juro e ainda mais se o foco for única e exclusivamente no spread!

Sim, o spread e taxa de juro são fatores muito importantes, mas para além de não ser tudo, também é preciso compreender o que são e como se complementam:

O spread na prática é a margem do banco, que junto com um indexante, normalmente a Euribor, perfazem a TAN (Taxa de Juro Anual Nominal);

A TAN como referido atrás, é composta pela soma do spread mais uma euribor, que no caso do Crédito Habitação normalmente as utilizadas são as a 3, 6 ou 12 meses, todas elas com valores diferentes e capazes de influenciar o valor da TAN, se o spread for igual numa comparação;

Temos ainda as taxas fixas que podem ser para a totalidade do contrato, ou por um período inicial.

Mas claramente que os custos com um Crédito Habitação não se ficam por aqui, é preciso levar em linha de conta os produtos obrigatórios, como por exemplo:

Os custos com a manutenção de conta à ordem;

Com o Seguro de Vida;

ou com o Seguro Multirriscos.

Assim como os facultativos, mas que podem servir de “isco” para baixar o spread, como:

O Cartão de Crédito;

Contratação de outros empréstimos;

Outros Seguros 

Subscrição de planos de poupança;

Aquisição de produtos que nada têm a ver com o negócio bancário, como produtos Prestige, por exemplo;

Entre outros

Todos requerem análise e enquadramento no custo final, mas o que, por norma, tem maior impacto é sem dúvida o seguro de vida associado ao crédito habitação.

Se tem Crédito Habitação ou tem andado a pesquisar por saber mais sobre a sua contratação, ou ainda se realmente é possível poupar com a transferência do Crédito ou Seguro de Vida, certamente já lhe apareceram anúncios a referir que é possível poupar até 60% com o Seguro de Vida!

E pode acreditar que é verdade, e que a partir de certa idade esta poupança é enorme e absorve vários pontos percentuais do spread ou taxa de juro.

Visite também o nosso artigo: “Spread versus Seguro de Vida no Crédito Habitação” 

Poupar no Crédito Habitação é possível e não é só por via do Spread ou taxa de juro, mas sim com a comparação da soma de todos os custos que estão associados a produtos ou serviços que fazem parte do pacote total.

Tem ainda em alguns casos, outras situações que podem levar a poupanças significativas, como:

  • A redução de prazos, aumenta o encargo mensal ao nível da amortização, mas poupa no prazo total;
  • A mudança de taxas fixas para taxas variáveis, nomeadamente quando as taxas fixas foram contratadas à algum tempo (eram muito altas) ou são de custo prazo(não se prevê uma subida repentina das taxas euribor);
  • Eliminar períodos de carência ou deferimento de capital.

São muitas variáveis que nem sempre a interpretação é fácil, hoje em dia a atividade de intermediação de crédito está regulamentada pelo Banco de Portugal, e pode ser uma boa ajuda.

Leia também o nosso artigo: “O que fazem os Intermediários de Crédito”

SIMULAR O CRÉDITO HABITAÇÃO

    Nome*
    E-mail*
    Telefone*
    Valor do Crédito
    Data de Nascimento
    Tipo do Crédito
    * Preenchimento necessário

    Leave a Comment

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *