Porquê e como poupar até 60% no seguro de vida do crédito habitação

É quase regra geral que quem tem crédito habitação tem um seguro de vida associado, para que no caso de haver algum problema de saúde grave, acidente ou morte de um dos titulares do crédito, o banco receba o valor em divida e os titulares ou familiares do crédito fiquem com a casa paga.
O que a maior parte das pessoas que têm crédito habitação não sabem ou não ligam é que esse seguro feito no banco é extremamente caro e que o podem fazer fora do banco por um valor muito inferior e em muitos casos melhorando o nível de coberturas.
Sim, muitas vezes chegam aos 60% de poupança e pontualmente até superam, mas 60% de 10, são 6, e 60% de 100, são 60, 6 pode parecer pouco hoje, mas... O que acontece é que os seguros de vida aumentam com a idade, e hoje pode pagar 10, mas daqui a algum tempo pagará 100, e estes valores todos somados, têm um peso muito grande nos encargos com o crédito habitação.
Por exemplo um casal de 30 anos, que faça um crédito habitação de 148.500€ por 40 anos, se fizer o seguro de vida no banco vai pagar, mais ou menos, 25 a 30.000€ durante os 40 anos de crédito habitação.
Ou seja, se poupar 60%, será entre 15 a 18.000€ no total do contrato de crédito só no seguro de vida!
Ou seja, um empréstimo que era para terminar em setembro de 2045, que teve ou tem uma moratória de seis meses, será prolongado até março de 2046.
Existem dois tipos de moratória, poderá pagar apenas juros ou poderá não pagar a prestação na totalidade. Neste caso, em que não paga nada, os bancos irão contabilizar os juros decorridos durante o período de suspensão do crédito e aumentam o capital em dívida com o incremento desses juros, adaptando o plano de reembolso quando a moratória terminar.
simular seguro de vida

E PODE FAZER O SEGURO DE VIDA FORA DO BANCO OU TRANSFERI-LO SE O CRÉDITO JÁ TIVER A DECORRER?
Sim, pode!
Com a entrada em vigor do decreto de lei 222/2009, foram introduzidas novas regras no que diz respeito à obrigatoriedade de subscrever os contratos de seguro associados ao crédito habitação no banco, liberando os clientes que têm essa cláusula nos contratos de crédito e proibindo que essa obrigatoriedade faça parte das obrigações ao subscrever novos crédito a partir de 2009.
Assim os clientes de crédito habitação são livres de procurar as melhores condições para os seus seguros associados ao crédito habitação, desde então.
E OS BANCOS PODEM AUMENTAR A TAXA DE JURO?
Sim, podem, mas se fizer contas vai chegar à conclusão, que mesmo que aumentem a taxa de juro vai compensar, e muito, fazer o seguro fora do banco.
Ainda assim, nem todos os bancos aumentam a taxa de juro e pode sempre negociar com o banco, se tiver a contratar de novo é mais fácil essa negociação, mas mesmo com o crédito a decorrer é possível negociar.
Se não conseguir negociar, o que é certo é que mesmo perdendo alguma bonificação, continua a poupar muito dinheiro e em alguns casos até se justifica transferir o próprio crédito habitação para outro banco, melhorando, não só o seguro de vida, mas também o próprio crédito habitação.

PREENCHA O FORMULÁRIO QUE NÓS PROCURAMOS A MELHOR SOLUÇÃO PARA O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO:

    Nome*
    E-mail*
    Telefone*
    Valor do Crédito
    Data de Nascimento
    Tipo do Crédito
    * Preenchimento necessário

    Leave a Comment

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *